quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Alimentação X Miomas - a experiência de uma mulher com mioma

Li esta postagem de um blog de uma mulher com mioma e achei super interessante compartilhar.
A visão sensata de uma mulher com miomas que dá importância não só ao tratamento médico, mas também ao estilo de vida.
A causa exata dos miomas ainda não foi descoberta pela ciência. Mas o crescente aumento do número de casos nos faz refletir. Será consequência do nosso estilo de vida? Será consequência da alimentação, dos produtos industrializados, dos produtos químicos, dos conservantes, estabilizantes etc? Será consequência do nosso sedentarismo?

Bem, leiam, vale a pena..!!!

Segue a íntegra da postagem e seu link mais abaixo:


_________________________________

Alimentação x miomas

Provavelmente o seu médico não lhe disse que seus hábitos
alimentares podem estar relacionados com o fato de você
ter desenvolvido miomas ou com o crescimento e multiplicação
deles. Não se trata, aqui, de uma discussão sobre os fatores
genéticos desta doença, mas sim dos fatores ambientais, que
podem ser amenizados, freando assim o crescimento dos miomas,
ou mesmo fazendo-os diminuir.
Nenhum médico diz que mioma diminui; todos eles dizem
que mioma só diminui na menopausa, quando os hormônios
femininos declinam. Mas não é o que se vê na prática clínica,
e eles simplesmente ignoram o fato de que algumas mulheres
conseguem reduzir seus miomas, e não estão na
menopausa. Basta ver o comportamento dos miomas durante
a gestação: primeiro eles crescem muito por conta dos hormônios
que aumentam muito na gravidez, depois, quando a gravidez
acaba, eles diminuem novamente. Ora bolas, miomas crescem
e também diminuem! E este crescimento está claramente
relacionado com o excesso de hormônio no corpo.
Antes de continuar este post, preciso dizer que ninguém é
melhor indicado para tratar dos seus miomas do que um
bom ginecologista, de preferência um especialista em
miomas. Nunca deixe o tratamento médico (medicamentoso,
cirúrgico,acompanhamento clínico) pelo tratamento natural ou
alternativo. O tratamento alternativo é importante sim, pois pode
diminuir os miomas ou evitar que eles cresçam e se multipliquem,
mas o tratamento médico é fundamental para garantir a
preservação do seu útero. Se você não acompanha os miomas,
corre o risco de perder o seu útero numa futura cirurgia, se a
situação for se complicando. Então, junto com qualquer tratamento
natural, é essencial o acompanhamento ginecológico.

Há uma relação comprovada entre excesso de hormônios e
crescimento de miomas uterinos. Talvez você tenha uma
intolerância ao excesso de estrogênio que faça o seu útero
desenvolver estes tumores; talvez você tenha muito estrogênio
circulando no seu organismo, e este excesso faz seu útero
desenvolver miomas, assim como faz com que os miomas
continuem crescendo. A alimentação é importante para controlar
este excesso de estrogênio.


A orientação é a de sempre: vida saudável, dieta, etc, etc...
tentarei explicar os motivos e tentar te convencer a mudar
os hábitos para melhorar a condição do seu útero, como eu
consegui melhorar o meu, até agora.

1 - a gordura do seu corpo produz e armazena estrogênio:
se você está acima do peso, este é um fator importante a
ser eliminado, pois assim vc reduz a quatidade de hormônio
no seu corpo; engordar e emagrecer também é um fator
agravante para o crescimento dos miomas.

2 - o órgão responsável por eliminar o estrogênio do corpo é o fígado;
então, cuide do seu fígado! o fígado também é responsável por
metabolizar as gorduras que você come, assim como o álcool,
o café, etc...a dieta que ajuda os miomas a diminuírem (ou a
não crescerem novamente, se vc acabou de fazer uma
miomectomia)é uma dieta pobre em gorduras e rica em fibras.
Por quê?
Se você ingere menos gordura, dá menos trabalho para o
seu fígado, que poderá se ocupar em processar o estrogênio
em excesso do seu corpo, ou aquele estrogênio que faz seus
miomas crescerem. O mesmo para o álcool, que acaba
fazendo o fígado trabalhar demais, e ele deixa de processar o
estrogênio...
o mesmo para o café. Ja li que a cafeína estimula a produção de
estrogênio, além de chatear o fígado.
Existem alimentos, como a alcachofra, por exemplo, que ajudam o
fígado a trabalhar melhor; também existem chás e outras opções
como vitamina B6 e outras vitaminas, mas você precisa conversar
com um nutricionista, ou com um médico para te indicá-los da forma
correta.

3 - As fibras:
uma dieta rica em fibras, aliada a um processo digestivo
saudável, com o fígado trabalhando feliz da vida, vai te ajudar
a eliminar o estrogênio nas fezes. Se você tem prisão de ventre,
se fica com as fezes por dias paradas no intestino, saiba
que aquele estrogênio que o fígado tratou de eliminar,
será reabsorvido pelo sangue. Então é preciso ir ao banheiro
todos dias, direitinho, para eliminar o excesso de
estrogênio, que faz seus miomas aparecerem e crescerem.
Acho que cada mulher deve procurar o alimento que mais a
ajuda a regular o seu próprio intestino, e não caia em chamadas
de propaganda não...se você comer fibra, com certeza seu
intestino irá funcionar. Eu incluí na minha dieta um pires de
repolho cru (com vinagrete ou o tempero que vc preferir)
antes do almoço e do jantar. Além de ter poucas calorias,
ele te obriga a mastigar bastante, contribuindo para a sensação
de saciedade, e você acaba comendo menos na refeição. Pra mim
funcionou muitíssimo, em todos os sentidos. Algumas pessoas
têm gases com repolho, então é melhor consultar um nutricionista,
para fazer este tipo de orientação. Também como duas colheres
de sopa de aveia por dia, em salada de fruta, sucos, banana, etc...
a aveia ajuda bastante. Quando estou com prisão de ventre,
bato uma laranja no liquidificador, tiro só a parte branca da
casca, e o resto eu tomo...funciona...

4 - coisas a evitar, ou seja, coisas que você não pode comer:
açúcar branco, café, álcool, manteiga, margarina, requeijão,
queijos amarelos, farinha branca (pãe, doces, bolos que não sejam
integrais).
Enfim, no começo é torturante mesmo, mas equilibrar a dieta,
para dar um susto nos miomas, é importante. Estes alimentos
contém gordura, que deve ser evitada. Abuse dos legumes, das
verduras e das frutas e evite todo o tipo de alimento condimentado
artificialmente...todo aquele lixo que costumamos comprar
no supermercado: frios, enlatados, etc...

5 - carnes:
como queremos aliviar o fígado, nada de gorduras, meninas....
e a carne está cheia delas. Se for possível, coma apenas peixe.
Se vc não aguentar ou não puder ($), reduza as porções
de carne para pequenos pedacinhos, pequenas quantidades
mesmo, e sempre carnes magras. Dizem que a carne tem
hormônio que vem da alimentação dos animais; se a carne for
de boa procedência isso não é verdade, pois atualmente
existem normas rígidas para isso, e os animais não podem
mais receber hormônios e antibióticos, então não é tão
preocupante assim. Evitar carne vermelha e de frango,
de qualquer jeito, é uma boa opção.

6 - exercícios:
também não dá para escapar deles. Eu pesquisei bastante,
mas não consegui encontrar nenhuma informação que me
explicasse ação do exercício com os hormônios. Se
alguma leitora souber, seria legal termos uma explicação
por aqui. Li que os exercícios físicos diminuem o estrogênio,
ajudando no equilíbrio hormonal. Mas também li que o estrogênio
aumenta na hora da atividade, então eu realmente não sei dar
essa informação com certeza. Contudo acredito que o exercício
contribui para o equilíbrio hormonal e para a manutenção
da saúde, bem como para o emagrecimento e a eliminação da
gordura corporal.

7- Melão amarelo:
você pode acreditar, ou não...mas o melão amarelo é uma
fruta amiga do útero. Inclui-lo na dieta com frequência,
sobretudo antes da menstruação, pode ajudar bastante...
Dizem por aí, e esta informação pode ser uma crendice popular,
que o melão dissolve os coágulos da menstruação. Eu sinto
que ele ameniza minhas cólicas e acredito muito no melão
como alimento que cuida do útero. Troque o refrigerante por
suco de melão...dizem que é bom tomar 1/4 do melão todo
dia de manhã. Nunca fiz assim, á risca, mas aumentei a
quantidade de melão na minha dieta.

8 - homeopatia e antroposofia:
sempre fui descrente de homeopatia, que dirá de antroposofia;
fui uma das que criticava mas que agora não abre mão delas.
O homepata vai tratar a causa dos miomas, e não os apenas os
sintomas dele...quando estive diante da possibilidade de uma
cirurgia no útero, sem ainda ter tido filhos, recorri à homeopatia
meio desesperada, mas agora sei que ela funciona sim.
Inclusive há remédios que ajudam a cessar as hemorragias.
Consulte um homeopata e/ou um médico antroposófico.

9 - Chás, garrafadas, ervas e afins:
Este é um tema polêmico para ser tratado por uma pessoa
que não é da área médica. Os médicos são descrentes de
tudo; riem na nossa cara quando falamos de tratamentos com
ervas, etc etc...Mas o fato é que os médicos só nos dão duas
opções com relação aos miomas: esperar (e esperar é vê-los
crescer e se multiplicar) ou operar. Operar pode ser tirar o
mioma ou o útero. Aliás, não sei porque os médicos não
se importam com nossos úteros. O útero é a mulher da mulher,
assim como o saco do homem representa a masculinidade.
Queria ver se eles deixariam que lhes arrancasse o saco fora...
afinal, ele pode não servir pra nada......rs.
Voltando às ervas: terapias com uxi amarelo e unha de gato,
óleo de prímula, chá verde, agoniada, barbatimão, agnus castus,
e todas as opções que vemos por aí são válidas e dão muito
certo se aliadas com a mudança radical da dieta. O importante
é vocÊ consultar um médico fitoterapeuta. Ele vai te indicar
tudo na dosagem certa e da forma correta de fazer.
Nâo saia tomando tudo por aí sem orientação médica,
pois as plantas podem ser boas, ou más. Então é preciso
acompanhamento. Existem médicos que utilizam ervas como
medicamentos, então é melhor que você os procure antes de
tomar, pois algumas podem dar reações e mesmo serem abortivas.

10 - Se a mudança na dieta e nos hábitos de vida não fizer o mioma
diminuir
(o que é difícil de acontecer) ou parar de se multiplicar,
com toda a certeza sua vida terá melhorado muito, de qualquer forma.
Sua pele ficará mais bonita, você ficará mais gostosa, mais feliz,
mais bem humorada, e terá mais força para enfrentar a
maratona de ser mulher, de ter útero, e de ter miomas no útero.

Beijos a todas vocês, e tudo de bom!

_________________________________________



Postado por Lacal no
site:

27 comentários:

Anônimo disse...

Olá Doutor! Chamo-me Ana, tenho 28 anos! Adorei o post, bem interessante e proveitoso!
Tenho uma dúvida: Acabo de descobrir que tenho um mioma subseroso de 2,8cm. Iniciei o uso do micropil 20 a mais ou menos dois meses [antes de descobrir o mioma], minha ginecologista, apos a descoberta, resolveu mudar para o cerezette. A duvida é, não posso continuar com o micropil, o qual estou me adaptado bem? Temo em utilizar contraceptivo de uso continuo por causa do possível aumento de peso. É mesmo necessária essa troca?
obrigada!

Anônimo disse...

Olá meu nome é Ana Lúcia, eu tenho um mioma de 953 cm, e gostaria de saber se tem risco de vida em fazer a cirurgia. Tchau, muito obrigada.

Dr. Michel Zelaquett disse...

Olá Ana,
Sugiro q esta troca de anticoncepcional seja discutida com sua médica, visto q ela já te acompanha e pode saber melhor o manejo da medicação mais adequada para o seu caso.

Dr. Michel Zelaquett disse...

Boa Noite Ana Lucia,
Como todo procedimento cirúrgico, a cirurgia para retirada do mioma não é isenta de riscos. No entanto, a medicina atual já dispõe de elementos de segurança suficientes para realização deste tipo de cirurgia com índices baixíssimos de complicações.

Anônimo disse...

ola meu nome e veneranda gostaria de saber se eu posso ou nao retira o meu utero que tem um mioma de 37 mm de diametro e medindo 103mm x 69mm x78mm volume 296.0cm e tambem sou ligada nao vou ter mais filhos posso retira o meu utero sim ou nao e sou de familia canseriano o que o senhor acha preciso da sua resposta urgente.obrigada e tenha uma boa noite e um bom final de semana ....

Anônimo disse...

ÓLA DOUTOR! ESTA E ASSIM COMO TODAS AS EXPLICAÇÕES DADAS AQUI FOI DE SUMA IMPORTANCIA P/ ESCLARECER E TRANQUILIZAR-ME. ME SINTO MAIS SEGURA EM RELAÇÃO AO DIAGNOSTICO Q RECEBI DE MIOMATOSE, COM MUITOS NODULOS DE VARIADOS TAMANHOS. AGORA SINTO-ME PRONTA P/ TRATAR TODOS OS MIOMAS E FINALMENTE TENTAR ENGRAVIDAR. PQ SABENDO TUDO COMO ACONTECE E COMO OS MIOMAS SE PORTAM VOU SER MAIS CAUTELOSA E PRECISA EM BUSCA DE UM BOM TRATAMENTO.
ASS: GEIZA, TENHO 31 E AINDA Ñ SOU MÃE.

Anônimo disse...

Dr.Michel estou esperando a sua resposta que ainda nao chegou e eu estou ansiosa para saber a sua resposta tem como o senhor me responder porfavor obrigada.tenho presa pois eu passo muito mal o tempo todo sinto dores demais pricipalmente quando a minha mestruaçao desse e muito incomodo para mim.assinado veneranda tenha uma boa tarde

Dr. Michel Zelaquett disse...

Boa tarde Veneranda,
Em geral, miomas com o tamanho de 37mm, dependendo da localização e dos sintomas causados por ele, podem ser tratados sem a necessidade da retirada do útero. No entanto, sugiro q vc consulte seu ginecologista para melhor avaliação do seu caso e da necessidade de retirada do útero.

Anônimo disse...

Olá Dr.Michel

Meu nome é Cléia tenho 45 anos e tenho 3 miomas subcerosos e intramurais o maior mede 4,2 cm , o outro 3,4cm e o menor 1 cm, venho fazendo o tratamento com o Cerazette há 4 anos e desde então não mesntruo mais , porém de um mes pra cá comecei a ter escapes e cólicas muito fortes que já perduram 15 dias, marquei com meu ginecologista porém a consulta ainda vai demorar e estou muito preocupada preciso de uma resposta se isso é normal , pois nao menstruo há muito tempo e nao tenho cólicas assim desde então .
Desde já agradeço e espero ansiosa por uma resposta.

Anônimo disse...

ola ,dr michel.meu nome é mara tenho 25 anos e ha duas semanas descobrir que tenho um mioma hipoecoica intramural medindo 1.10x1.09cm e gostaria de saber se mioma causa ancias de võmito, tonturas e mal estar e tambem gostaria de saber se vou poder engravidar de novo. desde já muito obrigado

Anônimo disse...

Bom Dia!
Há pouco tempo fiz exames e foi constatado que tenho um mioma na parte externa do útero, mais ou menos o tamanho de um ovo. A médica indicou fazer mais um exame depois de passados 3 meses, de fato fiz e constatado o aumento do mioma de 160 ml para 280 mil, a doutora indicou cirurgia de retirada de útero, então fiquei um pouco assustada e resolvi entrar na internet e saber mais sobre o assunto e aqui estou... li os artigos e fiquei bem mais calma, resolvi fazer exames com outra médica cirurgiã e ver o que ela dirá, enquanto isto (não sou fanática por dietas)vou seguir a dieta de alimentação aqui sugerida porque acredito que uma cirurgia é sempre é um risco e prá mim sempre será o último procedimento a ser tomado...vamos ver o que acontece. Gostaria de saber se o Dr. tem alguma coisa a dizer ou sugestão sobre o que escrevi. Obrigada pela atenção e fico aguardando. Um Bom Dia!

Dr. Michel Zelaquett disse...

Boa Noite "Anônima",
Atualmente, com as diversas técnicas existentes, quase sempre a retirada do útero é desnecessária para o tratamento dos miomas. Para uma avaliação mais adequada de cada caso é sempre melhor a uma investigação não só com uma ultra-sonografia, mas também com uma ressonância magnética de pelve com contraste, pois assim pode ser melhor estudado a localização exata do mioma, o nº de miomas existentes, o tipo de mioma quanto a vascularização, a celularidade e a hidratação, o volume do útero e a relação deste com os órgãos adjacentes. Desta maneira, um diagnóstico mais preciso pode ser realizado, assim como estabelecido o tratamento mais adequado para cada caso.

Anônimo disse...

Dr Michel, boa noite!

Tenho 25 anos e estou grávida de 9 semanas do meu primeiro filho.
Fiz uma ultrassonografia com 5 semanas, foi encontrado um mioma subseroso medindo 4,5 cm. Repeti o exame ontem, o mesmo está medindo 6,2 cm. É normal esse crescimento?
Sinto muita dor na região abdominal o tempo todo, mas meu médico falou que a dor é normal... isso está certo? Que riscos corro até o final da gravidez?

Parabéns pelo seu blog.Tirei muitas dúvidas aqui.

Abraços
Márcia

shirley disse...

Ola Dr. tenho ovarios micropoliscisticos meu medico receitou diane35 mas não consegui tomar pois me fez muito mal.

ha dois meses venho sentindo muitas dores abdominais queda de cabelo, dores nas costas, nausea, vomito minha menstruação esta desregulada minha fezes estão escuras.
Fiz varios exames nada constou.

os medicos dizem q cisto não causa dor.
sera mesmo porque tenho certeza q tudo q sinto é por causa deles!!

Comecei a tomar cha de uxi amarelo e unha de gato, esse tratamento é eficaz??

Porque na medicina convencional so se trata dessa doença com anticoncepcional, não tem outros medicamentos para se tratar??

obrigada
abraços
Shirley

janaina rabelo disse...

olá doutor!
me chamo janaina, tenho 32 anos e perdi meu primeiro bb no dia 28 de fevereiro de 2011 e estava com 9 semanas. nao foi estudada a causa, mais descobrir tambem que tenho um mioma subseroso, na parede anterio medindo 5,3 x 4,6 cm. e gostaria de saber se se este mioma pode colar em outros orgãos ou me tornar infertil?

tchuca. disse...

ola doutor me chamo rose bortolini tenho 45 anos nunca tive filhos sou casada 23 anos.
a 3 meses descobri q tenho um miomabem pequeno ,perguntei pra minha medica oque eu deveria fazer ela disse deixa quieto,vc nao tem dor nao sangra e nao me incomoda.
no esame esta escrito utero miomacio.queria sua opiniao,devo mesmo deixar quieto e ficar monitorando ou tirar,no mesmo essame tanbem acusou um cisto fora do ovario esquerdo,isso tambem ela disse q sai sozinho estou preocupada,me horiente por favor ,ps;sou sua fa um grande abraço.

Anônimo disse...

Ola doutor,sou a nega tenho39anos e não tenho filho fiz exame e constou mioma que esta hoje mendindo 11.6 x8,4 x 9,3 cm.volume 480cc o que o Sr me aconselha devo retirar o meu utero? pois foi o que a minha medica me aconselhou, ou continuar a tomar anticonsepcional enjetavel para ver se ele diminui tenho muito medo de ficar com a barriga grande, pois ja estou percebendo ela crescendo por favor me responda? Obrigado

Anônimo disse...

Olá Doutor boa tarde!
Descobri em um exame de rotina que tenho 3 miomas um de 5cm, 1,4 cm, e 1,6 cm. O que devo fazer, to muito preocupada, neste caso é só cirurgia. Não tenho e não pretendo ter filhos, mas tbém não quero ficar sem útero. Existe alguma cirurgia sem cortes? Tenho 38 anos... Desde já agradeço e aguardo retorno. Rosalina

Anônimo disse...

tenho um mioma de 3 cm descubri agora pouco como faço para ver se eu vou tomar algum remedio para desmanchar ou operar ,e depois posso engravidar pois o meu mioma é subseroso fora do utero.tenho 24 anos e meu nome angelica

Anamaria disse...

Olá, Sou Anamaria. Só pra agradecer, dizer que adorei esse post. Estou nesse caminho. Tentei usar homeopatia, mas mexeu muito com meu estado emocional e resolvi deixar. Vou aderir a alguns outros hábitos. Abraço!!!

Anônimo disse...

tenho 45 anos e perdi o útero mas depois da cirurgia fiquei com dores na parte do corte e já tem um ano e quatro meses e ficou dormente e com dor e eu mim operei no hospital escola com médico bem conceituado . estes sintomas são normais?

Fernanda Dias disse...

Olá Dr, estava buscando sobre miomas na internet e achei a sua página, adorei....
Desobri que tenho miomas há uma semana, incrível é que minha irmã mais nova já teve, fez cirurgia mas ninguém nunca me falou que poderia ser genético. Bem, sou casada, tenho 29 anos e me chamo Fernanda, meu marido e eu pretendendemos engravidar este ano, só que a médica me disse que não posso adiar muito esta decisão e não poderei esperar demais pelo segundo.
Estou preocupada, tenho 3 miomas intramurais, sendo o maior de 243mm e o menor de 180mm e ainda outro de 284mm na parte externa. será que realmente preciso ficar tão preocupada quanto à gravidez? quanto mais pesquiso mais preocupada fico.... Obrigada pela atenção e aguardo uma resposta.
Pensamos em parar com o anticoncepcional para tentar evitar o crescimento, será qué válida esta medida?

Anônimo disse...

Gostei muito do testemunho, achei esclarecedor. Também tenho um miomas, um de 3 cm identificado há 4 anos e outro de 8mm identificado há um mês.
A questão da alimentação e do estrogénio fez-me pensar muito pois acho que o meus miomas podem ter relação com isso: tomei cápsulas de soja e depois disso sugiu o mioma; a soja tem muitas qualidades que aprecio e como os médicos não me impediram de tomar , continuo a consumir soja granulada, que junto à sopa.
Será que estou a fazer mal? a soja é usada em fase de menopausa como suplemento de estrogénio...
Gostaria de conhecer a sua opinião Dr.

Anônimo disse...

olá Doutor ,chamo-me Maura, tenho um mioma de 6,5cm é subseroso e estou gravida de 7 semanas quais são os riscos?

Anônimo disse...

ola dr. sou a djamila da silva tenho 21 anos e estou gravida de 19 semanas. dsecopbri que tenho um mioma de 29mm. sera mal? sera que ira prejudicar na minha gravidez? ajuda-me por favor

Anônimo disse...

Olá dr. tenho 42 anos e não tenho filhos, fiz uma cirurgia em 2005 para retirada de um mioma considerado grande mas, o útero foi preservado, tenho vários miomas, no ano passado estava com volume aprox.225 e agora está aprox. 450. O meu médico sugere a retirada do órgão mas, não gostaria de tirá-lo,estou sofrendo muito com isso, mesmo que não tenha filhos, não gostaria de retirar meu útero. faria novamente a cirurgia de retirada de miomas, mas qual seria sua opinião?

Bia Bibi disse...

Olá Dr tenho um mioma intramural que no ultimo ano apresentou um leve crescimento...sinto cólicas fortes desde que ele apareceu a mais ou menos 3 anos como faço tratamento para depressão e uso medicamentos observei que estava tendo um queda acentuada do cabelo então apos mudar a medicação fazer todos os exames possíveis para descartar ou descobrir o motivo da queda não cheguei a nenhum resultado...e emsmo com a medicação para controlar a queda ela esta cada vez maior...então pesquisando as causas e os tratamentos na net encontrei seu site e acredito que talvez seja possível ser o mioma que esteja causando isso já que todos os outros fatores foram descartados pelo dermatologista...porem eu n sabia que mioma podia causar a queda e então n comuniquei o fato a ele....o Sr poderia me dar uma opinião sobre o assunto?Obrigada desde já

Depoimento